Aprenda como lidar com o luto e como lidar com a morte

Igor Juan

15 de abril de 2021
Atualização:15 abr 2021 às 16:38

A pandemia de Covid-19 no Brasil já matou mais de 362 mil pessoas. Pais, tios, avós, primos, amigos e filhos, todos os brasileiros já sentiram a dor de perder um ente querido, sem poder fazer nada.

Mas, como superar o luto e seguir em frente, sem a pessoa que amamos tanto? Ana Claudia Quintana Arantes, médica especialista em cuidados paliativos é formada pela USP, e explica a seguir como lidar com a morte:

Como se comportar diante da morte?

Ana explica que a morte é um processo natural do ciclo da vida. Para superar esse assunto, é necessário compreender a sua naturalidade, e ajudar a dar conforto para aqueles que estão enlutados.

Para isso, é preciso desmistificar o tabu de querer falar de morte. Muitas vezes esse assunto é necessário para que a pessoa manifeste sobre o que deseja fazer em vida e quais são as suas realizações que deseja fazer antes da hora chegar.

Para os familiares de pessoas que vão para a UTI com a Covid-19, é importante que eles recebam muito suporte e apoio dos entes queridos, inclusive para que haja uma reabilitação. Essa ”motivação” ajuda até mesmo aqueles que perderam alguém, dando a ideia de que ”tudo o que poderia ter sido feito, foi feito”.

Negacionismo x Medo de Morrer

Tanto ”desdenhar” a morte, quanto ”dramatizá-la” são hábitos psicológicos pouco saudáveis e que não ajudam na hora de superar o luto.

Entender o momento em que vivemos e respeitar as normas sanitárias são essenciais, não só para proteger você, mas também familiares e amigos. Tentar ”negar” ou ”fugir ” da realidade, achando que nada está acontecendo pode causar um impacto enorme em seu psicológico, caso você perca alguém.

Ao mesmo tempo, o contrário também é válido. Pessoas que têm medo de morrer ou que não conseguem superar a perda, precisam de muito apoio após o choque da realidade.

Como lidar com o luto e superar a dor da morte?

Pessoas que não conseguem superar o luto geralmente entram em um estado psicológico preocupante, pois esquecem quem são, o que estão fazendo e que estão vivas e saudáveis.

Para superar isso, é necessário um momento de reflexão onde a pessoa pode perceber que essa perda pode ser superada, ajudando outras pessoas que estão na mesma situação e que também precisam de ajuda.