Coleta de lixo pode ser paralisada em Mairinque por funcionários

Igor Juan

31 de janeiro de 2021
Atualização:31 jan 2021 às 20:15

O serviço de coleta de lixo domiciliar em Mairinque pode ser paralisado na segunda-feira, 1° de fevereiro, ou ao longo da semana

As informações apuradas pelo Correio do Interior, são de que os funcionários da empresa que gerencia o serviço na cidade, EPPO, estão se organizando com o Sindicato da Categoria para paralisação. Ação é para reivindicar melhores condições de trabalho e reajuste salarial, tendo em vista que os colaboradores que antes trabalhavam para empresa Litucera, tiveram seu salários reduzido ao serem contratados pela nova empresa.

O Correio do Interior entrou em contato com a empresa EPPO para falar sobre a questão, mas obteve comunicação.

A EPPO passou a operar a concessão de coleta de lixo em Mairinque em dezembro de 2020, depois que a Litucera deixou de operar no município por não ter seu contrato renovado.