Guarda Civil morre após briga em churrasco em Salto

Igor Juan

19 de abril de 2021
Atualização:19 abr 2021 às 13:52

Uma briga entre dois policiais terminou muito mal, durante um churrasco na cidade de Salto. Um deles teria atirado contra o colega de trabalho, matando-o com tiros. O caso aconteceu fora do horário de serviço.

O GCM que cometeu o crime alega ter agido em legítima defesa. Aliás, foi justamente ele quem chamou a ambulância para socorrer a vítima. O churrasco foi realizado em um condomínio, na Vila Martins. Tudo teria começado após a vítima discutir com a namorada.

Tentando apartar a briga, o Guarda disse que a vítima tentou agredi-lo, e teria sacado sua arma, disposto a atirar em ambos. Para se defender, o policial se viu obrigado a atirar no colega, para se defender. Várias testemunhas que estavam na festa confirmaram a versão que foi apresentada.

A Delegacia de Salto investiga o caso, e até que se comprove a legítima defesa, o policial acusado não será indiciado. As armas e as balas dos dois policiais envolvidos foram apreendidas. Aliás, como se não bastasse o crime cometido, a realização desse churrasco já desrespeita todas as normas sanitárias contra a Covid-19, mas a princípio, isso não será discutido.