Prefeito de Sorocaba desiste de construir nova rodoviária

Igor Juan

13 de outubro de 2021
Atualização:13 out 2021 às 14:18

Após a polêmica e ampla discussão sobre a construção de uma nova Rodoviária em Sorocaba, o prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga (Republicanos)  disse na manhã de quarta-feira 13 de outubro, em entrevista a Rádio Cruzeiro do Sul, que a Prefeitura decidiu suspender, temporariamente o projeto de construir a nova rodoviária da cidade no bairro Jardim Santa Rosália.

Rodrigo Manga pediu para Urbes, empresa responsável por gerenciar o sistema de Trânsito e Transportes sorocabano, para analisar outras áreas na cidade.

“Nosso governo é baseado no diálogo, então, não vamos fazer nada que seja contra a vontade popular, embora, o local em Santa Rosália seja uma localização estratégica. Já solicitei a Urbes que faça novos estudos e apresente novas áreas”, disse o prefeito.

O projeto foi apresentado aos moradores do bairro no dia 5 de outubro para uma comissão de Santa Rosália, na sede da Urbes – Trânsito e Transportes. A maioria que participou de encontro — cinco ouvidas pela reportagem — se mostrou contra o novo empreendimento no local.

Ao saírem do evento, os moradores mantiveram as manifestações contrárias à obra no local,  relatando que a obra causaria problemas diversos ao bairro, como9 o surgimento de moradores de ruas e segurança pública seria afetada, o que fez também com que faixas com os dizerem “Rodoviária não” fosse colocada em diversos comércios e imóveis do bairro.

Em contrapartida a prefeitura escolhei o bairro para construir a nova Rodovia, alegando que o terminal teria um acesso mais próximo da rodovia SP-75 (Rodovia Senador José Ermírio de Moraes, conhecida como Castelinho), e que a área de 55 mil metros quadrados seria excelente para obra.

*** Com informações do Jornal Correio do Interior.