Sorocaba, Votorantim e Araçoiaba descartam racionamento de água

Igor Juan

14 de julho de 2021
Atualização:14 jul 2021 às 17:36

Três cidades da Região anunciaram que não irão adotar o sistema de racionamento de água adotado por Itu e Salto: Sorocaba, Votorantim e Araçoiaba da Serra declararam que, mesmo com a estiagem severa enfrentada pelo Estado, não há risco de desabastecimento. Demais cidades como São Roque e Mairinque não se pronunciaram ainda sobre o assunto.

Em Sorocaba, o SAAE informa que todos os reservatórios da cidade estão preparados para o período de seca. Os sistemas Ferraz/Castelinho e Ipaneminha estão com capacidade de mais de 60% de água e a represa de Itupararanga está com 34% de capacidade. Em Votorantim a situação é a mesma.

A Prefeitura da cidade ainda elabora outros projetos para evitar o racionamento, como a construção de mais estações de tratamento de água, com captação direta do Rio Sorocaba. Já em Araçoiaba, mesmo com a redução do nível do principal manancial que abastece o município, a situação ainda está sob controle.

Já nas demais cidades da Região, como Mairinque e São Roque, as Prefeituras observam atentamente o nível dos mananciais e veem com preocupação a falta de chuvas no Estado, mas não decidiram até o momento, se tomarão alguma atitude quanto a racionamento.